(85)   3055.0505 (85) 3055.0505
(85) 98785.7745 (85) 98785.7745

Blog

Rinoplastia: Como diminuir aumentando

13 de janeiro de 2015 Por: Blog,Face

Embora a evolução da rinoplastia tenha levado a menos reduções que no passado, isso não significa que as pessoas devem se “conformar” com narizes maiores.

Na verdade, além da preocupação funcional, esse novo conceito é a correção de uma falha de percepção predominante por décadas. Algumas estruturas não eram tão grandes quanto pareciam, mas geravam ilusões de ótica que davam essa sensação.

Esse tipo de ilusão é bastante comum, como nesse exemplo em que o círculo negro da direita parece bem menor que o da esquerda quanto está circundado de círculos maiores.

Percebemos que são iguais quando eliminamos os círculos que causam a ilusão de ótica.

O que isso tem a ver com rinoplastia? É que algumas regiões do nariz parecem muito grandes por estarem ao lado de regiões muito pequenas e não por suas dimensões. Isso explica também a relação do aumento do queixo com a diminuição do nariz, já comentada.

Essa imagem, por exemplo, mostra um desenho esquemático de uma pessoa que se queixaria de uma giba enorme no dorso do nariz. Será que essa giba é tão grande quanto ela imaginaria?

Será que a falta de volume nas regiões apontadas pelas setas está causando uma ilusão de que o “osso” do nariz é muito grande?

Não houve qualquer redução da protuberância do dorso nasal na simulação a seguir, mas sim um aumento das regiões marcadas com a seta na figura anterior e, mesmo assim, temos a impressão de que a giba foi removida.

Portanto, ao se consultar com um cirurgião plástico, tenha a mente aberta para escutar ideias um pouco diferentes do que você estava imaginando e sempre desconfie de planos com muitas reduções, eles podem não ser a melhor saída.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voltar